Entrevista com Samanta Holtzs

terça-feira, abril 21, 2015 Amanda Lessa 4 Comments



Olá amantes da literatura! Há um tempo não tem entrevistas com autores aqui no sushi, né? Mas elas voltaram o//.  E a entrevista de hoje é bastante especial, porque a Samanta é a nova parceira do blog. Chega mais!

 Conta um pouco de você


Em primeiro lugar, Amanda, muito obrigada pelo convite para a entrevista!
Sou uma pessoa muito feliz, realizada com tudo o que Deus tem proporcionado à minha vida e uma otimista incurável! Gosto de ver o lado bom das coisas (sempre há) e acreditar que o copo está sempre meio cheio! (risos) Amo a natureza, os animais, Deus, minha família, meu amor, música e, claro, os livros!

 Como começou sua paixão por livros e pela escrita ?


Na infância, eu e minhas irmãs éramos apaixonadas por histórias em quadrinhos. Tanto que, aos 5 anos, ansiosa por poder ler logo as histórias que eu amava, um dia eu simplesmente aprendi a ler sozinha (risos). Foi dos quadrinhos que descobri também minha paixão por escrever, pois, aos 7 anos, inspirada por Maurício de Souza (e decidida que trabalharia com ele, quando crescesse), comecei a criar minhas próprias revistinhas em quadrinhos. Eu reunia um maço de folhas sulfite, grampeava no meio e colocava-me a criar histórias com personagens que eu mesma inventava! Então, vieram as poesias, contos, reflexões... até que, aos 14 anos, comecei a colocar no papel uma pequena história que vinha povoando minha imaginação. Abri as últimas páginas de um velho caderno e comecei a escrever o que, cerca de dois anos mais tarde, se tornaria “Renascer de um Outono”, o livro que será publicado em Agosto (2014). Foi minha primeira experiência escrevendo romances, o que eu amei, e quando decidi que tentaria me tornar escritora profissionalmente.

 Já passou por algum mico ou situação engraçada com leitores?

Nossa, eu já tive vários episódios de trocar ou confundir leitores... rs... a grande maioria entende, afinal, são muitos os que entram em contato comigo e é difícil guardar todos os rostos e nomes. Mas há alguns que realmente ficam chateados, aí fico naquela saia justa depois que finalmente me lembro quem são de verdade!! hahaha! Mas isso é facilmente contornável. Acho que um dos piores momentos foi quando, na Bienal do Livro de SP de 2012, a primeira de que participei, eu acidentalmente acertei uma cotovelada na boca de uma menina que estava passando... fiquei tão constrangida! Eu tenho mania de gesticular muito enquanto falo, e, em uma Bienal lotada, isso é tão perigoso quanto uma arma carregada (rs). Pedi mil desculpas, mas a menina foi se afastando e dizendo que não foi nada - embora eu ache que machucou, sim...!

De onde tira inspiração para escrever ?

Não há um momento ou lugar para a inspiração acontecer. Eu tendo a preferir lugares calmos, silenciosos e, se possível, cercada de natureza. Mas a inspiração costuma vir de onde menos esperamos - às vezes, em um supermercado barulhento, em um metrô lotado, no meio do banho... Acredito que não há segredos, fórmulas ou metodologias; o importante é estar sempre com o olhar atento a tudo o que nos rodeia, pois grandes inspirações podem estar escondidas onde menos esperamos!





 Algum livro seu foi inspirado em algo que você viveu?


Não! Todos eles têm histórias totalmente inventadas. Não costumo me basear em minha vida ou na de alguém que conheço, senão eu sinto que posso "bloquear" o processo criativo. Mas quem sabe um dia?

 Escritora também tem autores favoritos, quais os seus ?


Sou bastante eclética com música, filmes e com livros também. Gosto de livros com a escrita irreverente e divertida, como de Sophie Kinsella e Carina Rissi; livros com uma narrativa mais fluida e profunda, como Felipe Colbert, Maurício Gomyde e JK Rowling; suspenses inteligentes que prendem nossa atenção, como Dan Brown; livros carregados de reflexão, como os de Paulo Coelho... acho que esses representam bem :)

 Quais livros indica para nossos leitores?


Entre os livros que eu mais amei, vou listar alguns que eu acredito que todos deveriam ler: "Dias Melhores Pra Sempre", do Mauricio Gomyde; "A Lição Final", de Randy Pausch; "Perdida", da Carina Rissi; quanto aos meus, recomendo àqueles que gostam de uma leitura profunda para emocionar e tocar o coração. "O Pássaro" é carregado de determinação, ousadia e amor proibido; "Renascer de um Outono" é intenso em reflexões e aprendizados; e "Quero Ser Beth Levitt" é, como os leitores chamam, um conto de fadas moderno, para ler e suspirar!

 Tem projetos em andamento? Quais?


Sim! Estou revisando meu mais novo romance, que deve ser publicado ainda este ano, e com outras duas histórias já "engatilhadas" e prontas para serem escritas. Vem coisa nova por aí ;)




Gente, não preciso dizer que eu amo fazer entrevista com escritores, né? Acho que nos tornamos mais próximo deles, e até mesmo dos seus livros. Espero que tenham gostado.
Beijos !!!


*Imagens retiradas do site de pesquisa.*

4 comentários:

  1. Não conhecia a autora, mas vi que temos muito em comum: também adorava histórias em quadrinhos e sempre inventava histórias com estes personagens!
    Vou procurar saber mais sobre ela, gostei muito da entrevista.
    Beijo!

    www.diarioquaseescritora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é um amor né ? Procure mesmo vai gostar cada vez mais .
      Beijos!

      Excluir
  2. Querida Amanda,

    Que postagem linda você fez aqui, ameiiii :D Ficou tudo muito bem organizado, muito lindo... e adorei suas palavras carinhosas sobre mim também, no post e na resposta dos comentários! Obrigada <3

    Beijos no coração,
    Sam

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sam eu que agradeço todo seu carinho ! Você é tudo isso e mais um pouco !

      Beijos!

      Excluir

Deixe um comentário bem amorzinho pra gente. Iremos adorar te responder <3